Entrevista com a bivó

IMG_7238

Esses dias encontrei na NET um filme que eu adorava chamado ” A princesinha”, apresentei ele para Bárbara que já perdeu as contas de quantas vezes  assistiu (rs). No filme, a menina vai morar em um internato, daí surgiu a primeira pergunta: ” Mãe, internato é o mesmo que orfanato?”

Tentei explicar e contei a ela que a bivó já morou por um tempo em  internato e que ela adoraria ouvir as histórias se perguntasse. Imediatamente ela pausou o filme, pegou um papel e listou algumas perguntas que deixou em cima da cama da bivó antes de ir para a escola, e eu que não me aguento, já tirei cópia para guardar antes de devolver no lugar ( com tradução para não correr risco).

Agora compartilho com vocês essa entrevista respondida!!!

IMG_7233

1- Bivó, você já foi pequena?

Sim, nasci como você, um bebezinho, numa fazenda chamada Pacury, em Ponta Porã. A parteira se chamava dona Sebastiana.

2- Como era um internato? Por que você foi morar lá? Era legal?

Era um colégio grande onde a gente morava. Lá eu estudava, dormia, tomava banho, comia e brincava. Fui morar lá porque meus pais moravam na fazenda e eu precisava estudar. Era como todas as outras crianças que os pais não moravam na cidade. Eu gostava muito, só não gostava da comida e de tomar banho de roupa, imagine que tinha tipo uma camisola de chitão para tomar banho vestida, mesmo sozinha. Isso no colégio das freiras, aqui em Campo Grande.

3- Tinha meninas “do mal”? ( Referente a menina briguenta do filme- rs)

Estudei em três internatos, dos 7 aos 16 anos. Em Campo Grande, no Rio e em São Paulo. Nunca encontrei meninas do mal, só do bem. Acho que o anjinho da guarda me deu sorte.

4- Você amava suas amigas?

Sim, amava. Brincava muito. Eu era levada e sempre alegre!

5- Quem era sua melhor amiga?

Ela chamava Talita, depois que crescemos, casamos e continuamos amigas. Assim como sua mãe e a sua dinda Paula, ela foi a dinda do seu avô, Márcio.

6- Qual era sua brincadeira favorita?

No internato eu adorava brincar de roda e sabia um monte de canções. Pular amarelinha, cabra cega, jogar bolita e pular corda. Na fazenda era dar comida aos passarinhos e galinhas, nadar no açude, andar a cavalo e a noite ler e brincar de adivinhação ( amigo ou amiga) .

7- Você teimava com sua mãe as vezes?

Acho que todos os filhos teimam um pouco com as mães, mas eu só via minha mãe nas férias e quase nunca saia do colégio. Então, acho que por isso eu teimava menos.

8- Você fez alguma arte no internato?

Sim. Uma coisa que eu fazia era levar um saquinho no bolso sempre que ia almoçar e nele escondia a polenta, ou outra coisa que eu não gostava e guardava o saquinho com comida de volta no bolso. Não podíamos deixar nada no prato, tinha que comer tudo. Acho que por isso até hoje não gosto de polenta.

9- Como era sua casa e seu quarto?

As casas que morei até eu casar eram enormes, pois eram casas das fazendas. Meus pais nunca tiveram casa na cidade. Tudo se parecia muito com a fazenda Margarida, que você conhece bem e adora. Não me lembro do meu quarto antes de sair do berço, mas quando voltei para casa, depois do primeiro ano, encontrei um quarto lindo. Tinha cama, guarda roupa e mesinha de cabeceira, tudo cor de rosa. Parecia um sonho.

Já respondi tudo e se daqui surgirem mais perguntas, a bivó responde.

IMG_7231 IMG_7235

 

Comentários

Comentários

Posts Relacionados