A Hora do Mamaço 2017

 

Desde o ano de 2012, nossa Capital tem participado do evento oficial idealizado pela Comunidade “Apoio Materno Solidário” – AMS, intitulado “A Hora do Mamaço”, o qual promove a união de mães, em todas as cidades e estados brasileiros, convidando-as para que no mesmo dia e horário, preferencialmente, em um ponto turístico de suas cidades, amamentem seus bebês simultaneamente, objetivando trazer à sociedade, a reflexão e a discussão da importância do ato de amamentar e seus inúmeros benefícios para mãe bebê.

A “Hora do Mamaço” é uma iniciativa semelhante a “Hora do Planeta”, onde todas as cidades brasileiras se reúnem no mesmo dia e horário para realização do evento e nesse ano ocorrerá no dia 05.08, às 15h em diversas cidades brasileiras e no exterior.

“A expressão “Mamaço” surgiu na França em 2006, numa reunião de mães que tiveram a ideia de amamentar simultaneamente os seus bebês em um grande encontro nacional e, que originou depois, a Associação Colegiada “La Grande Téttée”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que somente 38,6% dos bebês brasileiros se alimentam apenas com leite da mãe nos primeiros cinco meses de vida. A taxa é considerada abaixo do ideal, pois a média mundial de amamentação nos primeiros seis meses de vida fica de 20 a 40%.

“Hoje o caráter do evento é de uma grande Sensibilização Nacional para o Ato de Amamentar, que deve ser visto pela sociedade como Natural e Fundamental e deve ser APOIADO totalmente”, ressalta Fernanda Gomes de Araújo, membro da Aldeia, que representa a sociedade civil no Comitê Estadual de Estímulo ao Aleitamento Materno e uma das organizadoras do evento.

“Queremos sensibilizar a comunidade para a importância desse ato de amamentar. Existem situações de preconceito durante a amamentação em locais públicos, mas não acreditamos que isso seja um motivo para atrapalhar o aleitamento. Infelizmente, nem todos encaram o ato de amamentar como uma ferramenta importantíssima para combater a mortalidade infantil. Juntos podemos mobilizar um maior apoio da sociedade como um todo, de empresas, indústrias, políticos, escolas objetivando ampliar o conhecimento sobre a amamentação e o compromisso de cada um nesta causa, para buscarmos uma geração comprometida com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030, conforme proposto pela ONU”, finaliza.

É a força da maternidade explicitada em sua maior prova: imagens que valem mais do que mil palavras!whatsapp-image-2017-08-05-at-15-01-04

Dia: 05 de agosto de 2015

Horário: 15h

Local: Parque das Nações Indígenas

Cidade: Campo Grande – MS

 

Comentários

Comentários

Posts Relacionados